Passar para o conteúdo principal
x

Linux é mais seguro que o Windows ou o OS X!

Por que o Linux é mais seguro que o Windows ou o OS X?

As decisões feitas há 20 anos sobre o sistema operativo a ser implementado pode ter influência na segurança corporativa actualmente! 

Dos três maiores sistemas operativos para PC em uso generalizado, pode-se dizer-se de forma credível como sendo o mais seguro o Linux!!!

As empresas investem muito tempo, esforço e dinheiro para manter o seus sistemas seguros, usam firewalls, ferramentas anti-vírus, contractam especialistas em segurança para analisar as suas redes, à procura de falhas e anomalias que possam indiciar violação da rede.

A segurança foi um factor considerado quando seleccionaram o sistema operativo do PC? Não creio!

Isso levanta a pergunta que todo o implementador e administrador de sistemas deve ser capaz de responder. Qual é o sistema operativo mais seguro para implantação geral? Em causa estão o Windows, a plataforma cada vez mais complexa que é facilmente o sistema de PC desktop mais popular. O OS X, sistema baseado em FreeBSD Unix que alimenta os sistemas Apple; e Linux, nas suas mais diversas distribuições!

Uma das razões pelas quais as empresas podem não ter avaliado a segurança do sistema operativo que foi implementado é que o sistema foi instalado à vários anos e não havia tanta insegurança como actualmente. Nessa altura os sistemas eram razoavelmente seguros, porque o negócio de hackear e roubar informação, instalar malwares estava ainda em incubação ou ainda era bébe... mas uma vez que uma escolha do sistema operativo é feita, é difícil considerar uma mudança! 

Poucas organizações de TI pretendem mudar todo o parque informático instalado de um sistema para o outro, pois as dores de cabeça que já são muitas se tornariam gigantescas... mas isso no fundo não faz muito sentido, porque de tempos a tempos os sistemas operativos são actualizados e há em muitos, mesmo muitos casos uma nova analise de compatibilidades, uma nova configuração, uma bateria de testes a executar, etc. As dores de cabeça estão sempre presentes!!!

Ainda assim, será inteligente reconsiderar? Os ataques tornaram-se muito mais sofisticados. O pirata que uma vez dominou a imaginação foi substituido por redes organizadas de criminosos e organizações com propósitos obscuros, por vezes financiadas pelos governos com vastos recursos computacionais.

Hoje em dia, é muito fácil atacar 100.000 computadores com um bot... É um apenas acto generalizado!!!

 

super_awesome_ninja_penguins_by_ultimatedragon.jpg

O sistema realmente importa? 

SIM! O sistema operativo que implementa para o seus utilizadores faz toda a diferença para sua posição de segurança, mas não é uma salvaguarda total.

Uma pesquisa de hackers que participaram de uma recente conferência da DEFCON revelou que "84% utilizam a engenharia social como parte de sua estratégia de ataque". Implementar um sistema operativo seguro é um ponto de partida importante, mas sem a formação ao utilizador sobre outros pontos de vulnerabilidades, mesmo  sociais, é um pouco fútil pois mesmo com firewalls, anti-virus e vigilância constante as redes mais seguras podem ser invadidas.

Os utilizadores devem também ter uma politica para gerar senhas realmente boas!  Devem alterar as passwords com alguma regularidade, senhas estas que devem ser complexas, que devem incluir um numero minimo de caracteres, devem conter caracteres especiais, letras minusculas e maiusculas assim como numeros.

Como escrevi diversas vezes sobre o problema da (in)segurança, como neste artigo, a minha posição não vos deve ser estranha!

 

Windows

Se trabalha com o Windows, certamente já deve ter pensado se existe algum sistema mais seguro? Mesmo com todas as ferramentas instaladas? Provavelmente está ciente de que a Microsoft continuou a reforçar a segurança do Windows, entre elas, foram reescrever e reescrever, vezes sem fim, a sua base de código do sistema, adicionando seu próprio sistema, antivírus (Windows Defender), melhorando firewalls e implementando uma arquitectura, onde as aplicações não podem aceder ao espaço do sistema operativo... Chegou para resolver o problema? Em muito casos, infelizmente ainda não...

Mas a popularidade do Windows é um problema em si mesmo. A segurança de um sistema operativo pode depender em grande medida do tamanho da base instalada. Para os criadores de malware, o Windows oferece  um "berçário" e uma "incubadora" onde podem desenvolver cada vez mais os seus "projectos", pois ao concentrarem-se nessa base dá-lhes maior exposição dos seus esforços... para além do negócio que ajudam a manter... 

"O Windows vem sempre em último lugar quando se fala da segurança por uma série de razões, principalmente por causa da taxa de adopção dos consumidores. Com um grande número de computadores pessoais baseados no Windows no mercado, os hackers historicamente têm visado mais esses sistemas", diz Troy Wilkinson, CEO da Axiom Cyber ​​Solutions.

Certamente é verdade pois malwares como o WannaCry e outros são destinados a sistemas Windows.

 

OS X

Se o sistema operativo mais popular sempre for o maior alvo, então, pode usar uma opção menos popular para garantir a segurança? Essa é uma idéia... 

Normalmente afirma-se claramente que o OS X é mais seguro do que o Windows, no entanto o OS X costumava ser considerado um sistema operativo totalmente seguro com poucas falhas de segurança, mas nos últimos anos vimos hackers que criaram explorações adicionais contra o sistema.

Noutras palavras, os atacantes já não ignoram o universo do Mac! 

O pesquisador de segurança Lee Muson da Comparitech diz que "OS X é provável que seja a escolha do grupo" quando se trata de escolher um sistema operativo mais seguro, mas adverte que não é impenetrável, como já se pensou. A sua vantagem é que ainda beneficia de um toque de segurança através da obscuridade versus o alvo ainda muito maior apresentado pela oferta da Microsoft".

Joe Moore, da Wolf Solutions, dá à Apple um pouco mais de crédito, dizendo que "O OS X tem um excelente histórico quando se trata de segurança, em parte porque não é tão abrangente quanto o Windows e, em parte, porque a Apple faz um bom trabalho para ficar em cima dos problemas de segurança".

Recentemente houve um erro muito básico, até de principiante, na versão High Sierra do OS X que permitia que o utilizador root executasse o login sem introduzir uma senha de acesso. (veja aqui o artigo)

 

L I N U X !!!

O consenso entre especialistas é que o Linux é o sistema operativo mais seguro. Embora seja o sistema operativo escolhido para servidores, na área do desktop já não é bem assim... as empresas que o implantam na área do desktop ainda não são muito bem encaradas... Porquê? Não sei! Não entendo ainda a desconfiança sobre o sistema mais seguro!

E se decidisse que o Linux era o caminho a seguir, só precisaria de decidir qual distribuição do Linux escolher, e as coisas ficam um pouco mais complicadas... mas nem muito. Os utilizadores querer uma interface que pareça familiar, mas acima de tudo intuitiva! 

"O Linux é o sistema operativo mais seguro, pois o seu código-fonte está disponível e qualquer um pode rever e garantir que não há erros ou portas traseiras!!!".

Claro que o maior e mais importante diferencial é que o Linux é de código aberto, e este facto permite que analistas e programadores possam ler e comentar o trabalho uns dos outros, para prevenir que hajam falhas, o que realmente é uma das principais razões para o Linux ser tão seguro!

"...sistemas operativos baseados em Linux e Unix têm falhas de segurança menos exploráveis ​​conhecidas pelo mundo da segurança da informação. O código do Linux é revisto pela comunidade tecnológica, que se presta à segurança: por ter tanta supervisão, há menos vulnerabilidades, erros e ameaças".

O melhor modelo de privilégios de utilizador do Linux, a própria arquitectura do sistema, são factores determinantes para garantir a segurança do sistema!

 

Embora haja consenso claro de que o Linux é a escolha mais segura para o PC desktop, em casa e nas empresas, não houve ainda, infelizmente, um passo claro para a sua adopção nesses ambientes... Ficariamos todos um pouco mais seguros certamente!

 

 

Espero que este artigo lhe tenha sido útil!

Até à próxima!

Deixem ficar os vossos comentários e sugestões!


Detectou algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a esse artigo? Colabore, clique aqui e ajude a melhorar o conteúdo.