Passar para o conteúdo principal
x

25 anos Red Hat e a contribuição Open Source

Hoje "jovens", trago-lhes os 25 anos da Red Hat!!! Que quando me iniciei em Linux, o Red Hat era a distribuição que eu usava! O Red Hat é certamente uma das principais alternativa que considero para projectos de maior envergadura.

No final do mês passado, especificamente em 26 de março de 2018, a Red Hat completou 25 anos tendo reportado um aumento de 23% na receita trimestral tendo esta sido impulsionada pela alta demanda pelos produtos e serviços hibridos da nuvem. Para comemorar o seu vigésimo quinto aniversário, a Red Hat lançou no mês passado uma entrada no seu blog corporativo, com 25 histórias e curiosidades sobre a sua história...

Inicialmente era chamado de Red Hat Linux e actualmente é designado como Red Hat Enterprise Linux (RHEL) é desenvolvido pela empresa Red Hat, Inc. O RHEL tornou-se uma das distribuições de referência no sector corporativo e a empresa que o desenvolve há anos é umas das principais líderes mundiais tendo o GNU/Linux como parte central dos seus negócios, com um valor de mercado que excede 2.000 milhões de dólares.

A Red Hat é um dos principais e mais activos intervenientes de muitos projectos ligados ao GNU / Linux, como GNOME, systemd, PulseAudio e Pipewire, sendo muitos destes projecto padrões e incorporados em quase todas as grandes distribuições, especialmente quando falamos sobre aquelas que são direccionadas ao desktop amigável ou fácil de instalar.

redhat_25_2.jpg

Aqui não podemos esquecer outras tecnologias, como o JBoss enterprise middlware, cujo nome actual é WildFly que é uma plataforma de alojamento de aplicações web. A Red Hat, como uma empresa, actualmente contribui para mais de 450 projectos de código aberto que cobrem quase todas as áreas da computação, como sistemas operativos, cadeias de ferramentas de desenvolvimento para middleware, desktop e nuvem.

Existem diversas ferramentas que a Red Hat desenvolveu ao longo dos anos para o ambiente empresarial, como o OpenShift, plataforma de contêineres que também é uma das suas "jóias da coroa", graças à sua capacidade de integrar tecnologias como o Docker e o Kubernetes (estes duas tecnologias não são propriedade da Red Hat), o WildFly alternativa ao IBM Websphere e WebLogic da Oracle por exemplo, e claro está o sistema operativo.

Outro software que tem sido associado ao sucesso da Red Hat é o OpenStack, embora a plataforma de software para computação em nuvem é um projecto independente e usado por muitas outras empresas. Devido à sua popularidade entre as empresas de telecomunicações acredita-se que vai ser decisivo na implementação e implantação de redes 5G de Internet móvel.

Estes softwares são apenas alguns que surgiram no mundo open source e que á alguns anos lutavam para serem alternativa, mas agora são uma referência no mercado empresarial!

 

Espero que este artigo lhe tenha sido útil!

Até à próxima!

Deixem ficar os vossos comentários e sugestões!

Detectou algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a esse artigo? Colabore, clique aqui e ajude a melhorar o conteúdo.