Passar para o conteúdo principal
x
Figura-1-Fluxograma-para-determinar-o-valor-de-X.jpg

Tipos de Dados

Existem de grosso modo 5 grandes tipos de dados.

 

Variáveis

Define um valor que pode ser alterado as vezes necessárias durante os seu ciclo de vida.

As variáveis são o elemento básico de processamento. A sua declaração permite definir que tipo de informação irão conter.

A declaração de variaveis segue as seguintes regras:

  • O nome tem de começar por uma letra ou pelo carácter  undescore (_) e não pode ser uma palavra reservada da linguagem de programação.
  • O valor de inicialização tem de ser compativel com tipo de variável definido.
  • Se o valor de inicialização for omitido a variavel é inicializada com os valores por defeito.
  • É possivel definir mais que uma variavel utilizando o caracter virgula (,)
  • É possível omitir a palavra variavel.

variavel inteiro idade <- 18

variavel real peso <- 23.14

 

Constantes

Define um valor cujo valor permanece inalterável durante os seu ciclo de vida.

Segue as mesmas regras que a definição de variáveis excepto que não é possível alterar o seu valor de inicialização.

constante inteiro meses <- 12

constante real pi <- 3.14

 

 

Arrays, vectores, matrizes ou Tabelas

Os arrays, vectores, matrizes ou tabelas, podem ser apenas de uma dimensão ou de várias dimensõessendo um conjunto de dados todos do mesmo tipo que podem ser acedidos através de um índice.

  • Se a declaração omitir o termo <variavel/constante> o array é variavel
  • A definição do nome obedece ás mesmas regras das variáveis
  • A dimensão tem de ser um valor inteiro ou uma expressão com resultado inteiro
  • As dimensões estão contidas dentro de parênteses rectos
  • São permitidas tantas dimensões quantas as desejadas
  • Se o valor de inicialização for omitido todas o conjunto é inicializado com os valores por defeito
  • A inicialização é feita com os dados compreendidos entre chavetas e separados por virgulas
  • Se o número de valores for insuficiente os últimos elementos são incializado com os valores por defeito

<variavel/constante> <tipo dados> nome[dimensão]

<variavel/constante> <tipo dados> nome[dim1][dim2]. . . [dimn]

<tipo dados> nome[dimensão]

<tipo dados> nome[dimensão] <- {valor_1, valor_2, . . . , valor_n}

 

Tipo

Descrição

Valores

Valor por defeito

Inteiro

Valores ordinais definidos com quatro bits

-2 147 483 648

0

 2 147 483 647

Real

Valores com parte decimal definidos com 64 bits

-1.7 E 308

0.0

1.7 E 308

Lógico

Valores lógicos - 1 bit

VERDADEIRO (1)

FALSO

FALSO (0)

Carácter

Caracteres da Tabela ASCII

ASCII(0)

" " (espaço)

ASCII(255)

Texto

Conjuntos de caracteres

"Sequências de caracteres"

"" (vazio)

"entre aspas"

 

 

 

 

Para melhor vermos uma tabela de dados unidimensional

Algoritmia_8.jpg

Tabela de dados multi-dimensional (bidimensional neste caso)

Algoritmia_9.jpg

Fluxogramas

Note-se que a utilização de fluxogramas está regra geral limitada à representação de pequenos programas ou processos com elevado grau de abstracção porque caso contrário o fluxograma estender-se-ia por inúmeras páginas tornando a sua interpretação muito difícil.

Algoritmia_10.jpg
O Fluxograma (diagrama de fluxo de informação)

 

De início é atribuído o valor 1 a contador e posteriormente esta tomará o valor 2.

É comparado se o 1º numero é maior que o 2º, se sim, escreve o 1º numero é maior.

Na mesma comparação, caso não seja então escreve o 2º numero é maior.

Ainda na mesma comparação caso seja iguais então escreve “são iguais”.

 

Traduzindo isto num algoritmo simples

 

Algoritmo maior_menor_igual

Inteiro: numero1, numero2;

Inicio

               Escrever(“Introduza um numero:”);

               Ler(numero1);

Escrever(“Introduza o segundo numero:”);

               Ler(numero2);

               Se (numero1 > numero2) então

                               Escrever(“O maior é:” & numero1);

               Senão Se (numero1 < numero2) então

                               Escrever(“O maior é:” & numero2);

               Senão

                               Escrever(“São iguais”);

FimSe

Fim

Fim Algoritmo

 

 

Se quisessemos apresentar a soma dos dois numeros o algoritmo seria identico, com algumas alterações.

 

Algoritmo soma_dois_valores

Inteiro: numero1, numero2, soma;

Inicio

               Escrever(“Introduza um numero:”);

               Ler(numero1);

Escrever(“Introduza o segundo numero:”);

               Ler(numero2);

               Numero3 <- (numero1 + numero2)

               Escrever(“A soma dos dois numeros é” & numero3);

Fim

Fim Algoritmo

 

Veja os outros capítulos:

Algoritmia - Técnicas e Linguagens de  Programação - I

Algoritmia - Técnicas e Linguagens de  Programação - II

Algoritmia - Técnicas e Linguagens de  Programação - IV

 

 

Espero que esta parte do tutorial de algoritmia lhe tenha sido útil!

Até à próxima!

 

Deixem ficar os vossos comentários e sugestões!


Detectou algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a esse artigo? Colabore, clique aqui e ajude a melhorar o conteúdo.