Passar para o conteúdo principal
x
Figura-1-Fluxograma-para-determinar-o-valor-de-X.jpg

Olá!

Para inaugurar esta secção de "tutoriais" nada melhor do que começar com a Algoritmia...

Elaborei este pequeno manual introdutório para que muito utilizadores que tenham interesse em iniciar programação possam, de uma forma simples, obter alguma informação que por vezes passa despercebida.

 

Objectivos
Familiarizar os alunos com os conceitos e a terminologia associados à Informática
Programar com clareza usando a metodologia da Programação Estruturada

Conceitos básicos
Nesta secção são introduzidos os conceitos básicos necessários à disciplina de algoritmia e programação. Em particular, os conceitos de programação estruturada, programa, estrutura de dados e algoritmo.

Introdução
Informática é a ciência que estuda a informação, em particular, preocupa-se com a estrutura, criação, gestão, armazenamento, pesquisa, disseminação e transferência de informação. Para além disso,  a informática estuda a aplicação da informação  nas organizações. 
A palavra informática é resultado da contracção das palavras: in- formação automática.
A matéria prima da informática é a informação, na sua forma mais simples, dados e a ferramenta básica é o computador.
O computador está para a informática assim como o telescópio para astronomia.

Um computador é um conjunto de circuitos eléctricos e electrónicos capaz de realizar de modo autónomo uma determinada tarefa, por obediência a um programa armazenado internamente. Assim, um computador pode ser visto como um sistema de computação que compreende hardware e software.

Programação estruturada
Numa primeira fase, nas décadas de 50 e 60, o desenvolvimento do hardware era o responsável pela expansão dos computadores. A maioria do investimento era feito neste nível, sendo a programação vista como uma arte.
Na década de 70, incentivados pela melhoria das características de hardware (miniaturização e baixo custo) os informáticos foram confrontados com projectos cada vez mais sofisticados. Constata-se nessa altura a inversão dos custos dispendidos com hardware e software, para além do problema da fiabilidade do software passar a ser uma preocupação.
Surge então a necessidade de transformar a tarefa de construir software numa actividade com rigor comparável a uma disciplina de engenharia nascendo assim uma nova disciplina – a Engenharia de Software – cujo objectivo é a produção de Software de modo eficiente em custos controlados e segurança.
A produção de software, como de qualquer outro produto de engenharia passa por diferentes fases como planeamento, análise, projecto, programação, implementação e manutenção. Para cada uma das fases do desenvolvimento do software foram estudados métodos e técnicas específicas. A programação estruturada enquadra-se num desses métodos e permite fasear o processo de construção de um programa descrevendo o processo computacional de um modo não ambíguo – Algoritmo.
A programação estruturada define um conjunto de regras para elaboração de programas independentemente da linguagem de programação utilizada.

Definição de Algoritmo
É a descrição, de forma lógica, dos passos a serem executados no cumprimento de determinada tarefa.
É a forma pela qual descrevemos soluções de problemas do nosso mundo, afim de serem implementadas utilizando os recursos do mundo computacional. Como este possuí severas limitações em relação ao nosso mundo, exige que sejam impostas algumas regras básicas na forma de solucionar os problemas para que possamos utilizar os recursos de hardware e software disponíveis.

Algoritmo vs Programa
Um algoritmo é uma seqüência lógica de ações a serem executadas para se executar uma determinada tarefa. Um programa é a formalização de um algoritmo em uma determinada linguagem de  programação, segundo suas regras de sintaxe e semântica, de forma a permitir que o computador possa entender a seqüência de ações.


Linguagem de Programação
Uma linguagem de programação é um conjunto de símbolos (comandos, identificadores, caracteres ASCII, etc) e regras de sintaxe que permitem a construção de sentenças que descrevem de forma precisa ações compreensíveis e executáveis para o computador.
 

Veja os outros capítulos:

Algoritmia - Técnicas e Linguagens de  Programação - II

Algoritmia - Técnicas e Linguagens de  Programação - III

Algoritmia - Técnicas e Linguagens de  Programação - IV

 

 

Espero que esta introdução lhe tenha sido útil!

Até à próxima!

 

Deixem ficar os vossos comentários e sugestões!


Detectou algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a esse artigo? Colabore, clique aqui e ajude a melhorar o conteúdo.